terça-feira, 23 de novembro de 2010

Polindo e encerando

Polimento é aquele treino que a gente faz quando falta pouco para uma prova que é nosso objetivo. Quando a gente chega no polimento, a gente já treinou tudo o que dava pra treinar. O que tinha que crescer já cresceu, o que tinha que desenvolver, já desenvolveu. O polimento é a hora onde a gente simplesmente se mantém no movimento e só dá aquele acabamento final, aquela lustrada na peça. O treino é curto, não pode desgastar. Mas também não pode ser molenga, sob pena de nos tornar molengas também. Tem que se mexer com vontade. A gente treina velocidade, mas de forma controlada pra evitar lesão. Treina o movimento, a técnica. É a cereja do bolo.

Pelo polimento, tô tranquilo. Hoje foram 3 tiros de 400m seguidos de 800m de recuperação na pista de cooper. E mais 3 tiros de 300m, com 700m de recuperação na volta de 1km. Os tiros, curtos, deveriam ser velozes. Apesar de minhas limitações ainda existentes na bunda, percebi que consigo ser rápido nesse estímulo curto. E que a recuperação vinha bem. Me sinto legal pra prova. Até porque a expectativa hoje não era de grande coisa no treino, já que vim de um dia ultramegadesgastante ontem, com viagem praticamente inútil a Londrina, um dia inteiro fora, e uma noite meio curta pra me recuperar. 

Mas foi. 

Com todos tiros, deslocamentos e aquecimentos, devo ter rodado uns 9k. Com o Nike Free. Sem desgaste e com confiança.

2 comentários:

satrijoe disse...

Parabéns pelo sucesso na Ultra este fim de semana. Aguardo relato (como se eu tivesse direito de ficar cobrando alguma coisa em blog)!

E a dor bundal, superada ou acentuada?

Show de horror aqueles dois correndo de Adão e Eva. Pra mim seria incentivo pra não ficar por perto! kkk

Espero que teu pai esteja bem agora.

Abs,
Shigueo

Gustavo Abade disse...

Valeu Nishi!!
Parabéns para você e sua equipe!!
Então sou sim irmão da Dani, que legal de onde vcs se conhecem ?, anote meu email gustavo.footsports@gmail.com