quinta-feira, 8 de julho de 2010

A luz no fim do parque

A iluminação do Ibirapuera não é exatamente ruim, mas também não é boa. Algumas áreas iluminadas, outras nem tanto, lógico que as árvores "atrapalham", mas também tem a falta de manutenção, né?

Agora, o que é realmente intrigante é a lâmpada que fica na região da bifurcação da lanchonete, perto da entrada da antiga Prodam. Esse trecho que vira e mexe tá escuro. Mas o interessante é quase sempre quando eu chego lá... plinckt! A lâmpada acende, parece que sou eu o astro da corrida da noite, iluminado pelos holofotes. No treino de hoje aconteceu duas vezes...

Só assim para eu me sentir um astro, porque correr que é bom... depois da base, com duas séries de um circuito chato e enrolado, saímos para um fartlek de 7km, intercalando quilômetro forte e fraco. No total, 35min11s. Tá dificil rodar a 5min/km... não era pra isso hoje, mas tá difícil... e olha que fui hoje de Nike Free, mais leve e rápido.

2 comentários:

satrijoe disse...

Hj passei numa Sports Authority, experimentei um Nike Free e me deu vontade de comprar mas desisti. O tênis é muito leve mesmo. Vc tem corrido bastante com ele? Opiniões?

Comigo só acontece o contrário. As lâmpadas da rua se apagam... Energia negativa?

Abs,
Shigueo

PS: Eu vou de Vermelho.

Ricardo Nishizaki disse...

Ah, o Nike Free é bom para corridas curtas, até 10km, treinos de tiros etc. Gostoso de usar mesmo! Mas não me sinto à vontade de usar em corridas mais longas, tenho a sensação de que posso me machucar, não sei se é uma sensação real ou só o fato de o tênis ser muito leve.