segunda-feira, 10 de julho de 2017

Expedição Tom Tom - Maratona do Rio 2017

Cheguei de viagem de férias e já emendei outra viagem. Sim, porque a Tom Tom, numa jogada de marketing genial, reuniu os youtubers mais emblemáticos do mundo brasileiro das corridas e montou uma Expedição Tom Tom saindo de São Paulo em direção ao Rio de Janeiro, para participarmos do final de semana da Maratona do Rio de Janeiro.

A expedição saiu de São Paulo na quinta-feira de manhã, feriado de Corpus Christi, com aquele bando de malucos juntos numa van pra detonar a Via Dutra. Só que eu já tinha marcado viagem de férias antes desse projeto fechar, então enquanto o pessoal ia pro Rio, eu voltava dos EUA. Mas na sexta-feira eu peguei um avião e me juntei ao povo lá no Rio. E foi uma diversão total!! Primeiro porque juntar o Mayco do Canal Corredores e o Marcel do Mania de Corrida (o Marcão ficou mais focado no estande do Mania montado na Expo e dessa vez participou menos) juntos com o Sergio e o Edu Suzuki do Tênis Certo já ia ser broca. Mas além disso tinha outro maluco completo, o Poldo Longo do No Corre. E tinha a Karina Corredora da Vida Real e a Ju do Acordei Disposta, que entraram no clima rapidinho. Pra finalizar, quem tava junto nessa coisa também era o monstro Acerola. Tudo isso sendo toureado pela coitada da Glaucia da Tom Tom, que tentou organizar minimamente a bagaça, e pela Joia Portuguesa, o Julio Quintela, comandante-em-chefe e pica-das-galáxias da Tom Tom Brasil.

Basicamente foi bagunça na praia, bagunça no restaurante, bagunça no hotel, bagunça na Expo da Maratona, bagunça na prova e bagunça na volta. Só não deu pra fazer a bagunça planejada no Estúdio da 89FM pra finalizar a farra no Corre 89 porque tava um trânsito infernal para voltar do Rio, afinal era volta de feriado e, pra ajudar, ainda tinha a Parada do Orgulho LGBT na Paulista. A ideia era chegar umas 19h30 lá na Paulista. Chegamos quase 23h00 em SP... mas gravamos a bagunça na van e participamos do Corre 89 dessa forma mesmo.

E a meia-maratona da Maratona do Rio em si foi tranquila. Afinal eu acompanhei o Sérgio que estava marcando ritmo para 6m00/km. Um ritmo tranquilo até para mim, gordo e fora de forma. Terminamos a prova suados muito mais por causa da umidade do que pelo esforço. 

Eis a primeira parte da cobertura do Corrida no ar:



E aqui está a segunda, onde eu participo mais da coisa toda:





Squaw Valley Marathon 2017

Quem procura acha. E não é a primeira vez que, marcadas as férias sem nenhuma intenção de correr e definido os lugares onde iria ficar, fui pesquisar despretensiosamente se haveria uma corridinha por perto e... achei!! Foi certeiro! Bem no dia em que eu estaria em Lake Tahoe haveria uma prova por lá. Pior, a largada era em frente ao hotel onde eu ficaria, não andei nem 50 metros!

As férias foram no lado oeste dos EUA, bem bacanas e acabei aproveitando para conhecer (de passagem) Badwater, onde rola a Badwater 135, uma das provas mais duras do mundo, por causa do calor. De fato, peguei 46 graus ali e acho impossível algum ser humano normal conseguir correr por lá, naquele calor e naquela secura!!! E na continuação da viagem tinha escolhido ficar no Olympic Village, uma estação de esqui onde rolaram os Jogos Olímpicos de Inverno de 1960 e onde se dá a largada da Western States 100. 

Eu achei que em junho estaria mais quente por lá e ia dar para fazer umas trilhas. Até deu, mas só naquelas que ficavam mais baixo, porque a região estava ainda cheia de neve e bem fria. Acabei descobrindo a Meia Maratona do Squaw Valley e na manhã da prova estava nevando... ótimo para quem só tinha botado bermuda na mala. Me virei do jeito que deu, usei meia velha como luva, comprei um bluff, vesti umas camadas de camiseta e fui. Prova simples de tudo, e pequenininha. Tão pequena que cheguei em 2. lugar na categoria 40-49 com um tempo tão ruim que eu nem criei expectativa e fui embora. Só no Brasil eu descobri que tinha levado pódio. Perdi a premiação, perdi o trofeuzinho... pena, quem mandou não acreditar? 

Mas o mais legal fica na memória. Porque corri em muito lugar legal!!!


Resumo do mês - Junho/17

131,8 km em 11 treinos e 2 meias-maratonas
4 séries de musculação

01 e 02 - off (férias)
03 - 5km a 5m46/km, em Williams/Arizona, de Adidas Boston
04 e 05 - off (caminhadas diversas)
06 - 8km fartlek na esteira do hotel em Las Vegas, de Adidas Boston + musculação
07 e 08 - off (caminhadas diversas)
09 - 5,1km a 6m35/km congelantes em Mammoth Lakes, de Adidas Boston
10 - off
11 - Squaw Valley Half Marathon. Se o GPS marcou 20,4km, é porque tava curta mesmo!! 1h52 a 5m27/km e um esquisito 2. lugar na categoria 40-49 (31. lugar no geral), mostrando como a prova foi fraca! (Adidas Boston)
12 a 17 - off (caminhadas diversas, Expedição Tom Tom)
18 - Meia Maratona da Maratona do Rio. Acompanhando o Sérgio no pace de 6min/km, fechando em 2h05m30s, com o Adidas Adios
19 - off
20 - 10km na esteira. 2km aquecendo e 8 x 1000m progressivos até 800m, relaxando nos últimos 200m. Skechers Go Bionic
21 - 1km aquecendo + musculação. Skechers Go Bionic
22 - 12,4km - Aquecimento + série de 40 minutos progressivos a cada 10 min (últimos 10 min a mais ou menos 4m40/km) e 10 min de trote. Usando pela primeira e última vez o Olympikus Rio 5 (o tênis não "encaixou" no pé)
23 - 1km aquecendo + musculação. Skechers Go Bionic
24 - Longo de 24km a 5m36/km, de Adidas Ultraboost
25 - off
26 - 1km aquecendo + musculação. Skechers Go Bionic
27 - 4km aquecendo c/ exercícios + 8 tiros de 870m (par fraco/ímpar forte - 4m55/km / 4m15/km). Total de 11km, de Mizuno Hitogami
28 - off
29 - 1,6km aquecendo + 2x 3,3km em ritmo médio (5m10/km) e 1,8km em ritmo médio/forte (4m40/km). Total de 11,8km, de Mizuno Hitogami
30 - off