quinta-feira, 10 de agosto de 2017

São Paulo City Half + Marathon 2017

Assim como no ano passado, assim como ocorreu na Maratona de São Paulo, a intenção era só acompanhar e incentivar a galera que ia participar da prova. Porém, em cima da hora, o Flávio, meu amigo que conseguiu perder a classificação para Boston no ano passado por UM segundo, me doou a sua inscrição, já que não iria correr por motivos de viagem. A inscrição era para a meia, mas achei uma boa oportunidade de fazer o treino longo durante a prova, registrá-la por dentro e ainda ver se rolava acompanhar o Mayco do @canalcorredores em sua tentativa de fazer seu sub-4.

E assim foi. Segui o trajeto da prova até o km 29 indo próximo do Mayco o tempo inteiro, inclusive na quebra dele, e depois retornei para a arena, fazendo o pior tempo da vida do Flávio. Nos registros oficiais, uma meia-maratona com mais de 3h10! Foi legal, o único trecho da prova que não percorri foi a parte da USP e a desgraça da Avenida Politécnica, mas não senti falta. Na chegada ainda tive a sorte de encontrar o Carino que fez 3h31 e me passou no tempo de maratona por um minuto, numa prova dificil com esta, com bastante subida e desgaste. Só não gostei da ausência da cerveja na chegada, algo que tinha no ano passado, mas nem tudo é perfeito...



quinta-feira, 3 de agosto de 2017

NB 15K - Uma das melhores!!

New Balance 15k. Terceira vez que corro essa prova. A primeira foi quando a NB criou a série excelente "excellent series" onde você precisava se qualificar para a prova com um tempo razoavelmente bom e a proposta de uma prova somente para corredores mais rápidos. No ano passado e neste ano, o formato foi mais tradicional, como prova de 15km aberta a todos e um percurso rapidíssimo, na pista expressa da Marginal Pinheiros entre o shopping Eldorado e o Morumbi. 

A prova foi muito bem organizada. Sem falhas, boa entrega de kits, marcação de quilometragem adequada, respeito ao horário, água gelada em todos os postos, arena legal, com estacionamento gratuito no shopping Eldorado, staffs animados e até carboidrato em gel tinha. O número razoável de inscritos não demandou largada em ondas ou blocos, o clima ajudou e a prova foi redondinha, inclusive com premiação especial para os 20 primeiros homens e 20 primeiras mulheres, além de sorteio para correr a Maratona de Nova York com tudo pago. Enfim, uma aula de como organizar uma boa prova!



Eu corri mais para registrar a prova, tinha feito o treino longo no sábado. Mas até por conta de tudo a favor, mesmo não fazendo força, acelerando apenas para tentar achar os amigos (não achei), fechei em boa 1h20m, tempo interessante para quem fez a primeira metade da prova totalmente leve (também para tentar achar os amigos...)

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Resumo do mês - Julho/2017

250,2km em 20 treinos e duas provas (NB 15k e SP Half City estendida)
7 séries de musculação


01 - Longo de 22km no Ibirapuera, a 5m45/km (um pouquinho menor por causa da prova do dia seguinte). Adidas Ultraboost
02 - NB 15km, de New Balance Vazee, a 5m19/km
03 - off
04 - 2,3km aquecendo + 7,2km de fartlek, com rampa, aceleração, trote... 9,5km no total, de Nike Streak LTZ
05 - 1km aquecendo + musculação, de Skechers Go Bionic
06 - 8km na esteira, com 4km aquecendo e 4km em tiros de 200m, de Skechers Go Bionic
07 - 1km aquecendo + musculação, de Skechers Go Bionic
08 - 2,5km preguiça no Treinão do Canal Corredores da Sportsbase da Adidas no Villa Lobos, de Adidas Ultraboost
09 - 27km de longo (3 tiros de 9km + 2min intervalo caminhando), de Adidas Boston, com 5m49/km de ritmo (incluindo a caminhada)
10 - off
11 - 1,8km aquecendo + 2 x 3km + 5 Bienais (8,4km). Total de 10,2km, de Mizuno Hitogami
12 - 1km aquecendo + musculação
13 - 2km aquecendo + 8 x 400m, 5 x 300m, 3 x 200m com intervalo de 100m caminhando. Total de 9,1km, de Adidas Boston, na esteira
14 - off
15 - Longo de 23,3km (era 30, mas deu bolha...), com o Adidas Boston
16 - off
17 - 1km aquecendo + musculação
18 - 2,4km aquecendo + 2x 3km leve (5m10/5m00)e 2km forte (4m40/4m27). 12,4km de Nike Streak
19 - off
20 - 10,5km - aquecimento + 10min leve/30min médio-forte (4m48)/5min trote. Mizuno Hitogami
21 - musculação
22 - Longo de 29km a 5m27/km, de Adidas Boston novo
23 - 5km levinho pra soltar, de Adidas Ultraboost
24 - 1,2 km aquecendo + musculação
25 - 1,9km aquecendo + 4 tiros de 2,5km fraco/forte (5m44/5m01/5m20/4m44). 12km, de Mizuno Hitogami
26 - off
27 - 1,5km aquecendo + 45min de ritmo (9km, a 5m00/km). 10,5km, de Nike Streak
28 - musculação
29 - 6km no treinão CNA Adidas Run Base, de Adidas Takumi-sen (test drive)
30 - Longo de 33km na Meia SP City Marathon, puxando o Mayco, fechando a 5m45/km de média, com o Adidas Adios Boost
31 - off


segunda-feira, 10 de julho de 2017

Expedição Tom Tom - Maratona do Rio 2017

Cheguei de viagem de férias e já emendei outra viagem. Sim, porque a Tom Tom, numa jogada de marketing genial, reuniu os youtubers mais emblemáticos do mundo brasileiro das corridas e montou uma Expedição Tom Tom saindo de São Paulo em direção ao Rio de Janeiro, para participarmos do final de semana da Maratona do Rio de Janeiro.

A expedição saiu de São Paulo na quinta-feira de manhã, feriado de Corpus Christi, com aquele bando de malucos juntos numa van pra detonar a Via Dutra. Só que eu já tinha marcado viagem de férias antes desse projeto fechar, então enquanto o pessoal ia pro Rio, eu voltava dos EUA. Mas na sexta-feira eu peguei um avião e me juntei ao povo lá no Rio. E foi uma diversão total!! Primeiro porque juntar o Mayco do Canal Corredores e o Marcel do Mania de Corrida (o Marcão ficou mais focado no estande do Mania montado na Expo e dessa vez participou menos) juntos com o Sergio e o Edu Suzuki do Tênis Certo já ia ser broca. Mas além disso tinha outro maluco completo, o Poldo Longo do No Corre. E tinha a Karina Corredora da Vida Real e a Ju do Acordei Disposta, que entraram no clima rapidinho. Pra finalizar, quem tava junto nessa coisa também era o monstro Acerola. Tudo isso sendo toureado pela coitada da Glaucia da Tom Tom, que tentou organizar minimamente a bagaça, e pela Joia Portuguesa, o Julio Quintela, comandante-em-chefe e pica-das-galáxias da Tom Tom Brasil.

Basicamente foi bagunça na praia, bagunça no restaurante, bagunça no hotel, bagunça na Expo da Maratona, bagunça na prova e bagunça na volta. Só não deu pra fazer a bagunça planejada no Estúdio da 89FM pra finalizar a farra no Corre 89 porque tava um trânsito infernal para voltar do Rio, afinal era volta de feriado e, pra ajudar, ainda tinha a Parada do Orgulho LGBT na Paulista. A ideia era chegar umas 19h30 lá na Paulista. Chegamos quase 23h00 em SP... mas gravamos a bagunça na van e participamos do Corre 89 dessa forma mesmo.

E a meia-maratona da Maratona do Rio em si foi tranquila. Afinal eu acompanhei o Sérgio que estava marcando ritmo para 6m00/km. Um ritmo tranquilo até para mim, gordo e fora de forma. Terminamos a prova suados muito mais por causa da umidade do que pelo esforço. 

Eis a primeira parte da cobertura do Corrida no ar:



E aqui está a segunda, onde eu participo mais da coisa toda:





Squaw Valley Marathon 2017

Quem procura acha. E não é a primeira vez que, marcadas as férias sem nenhuma intenção de correr e definido os lugares onde iria ficar, fui pesquisar despretensiosamente se haveria uma corridinha por perto e... achei!! Foi certeiro! Bem no dia em que eu estaria em Lake Tahoe haveria uma prova por lá. Pior, a largada era em frente ao hotel onde eu ficaria, não andei nem 50 metros!

As férias foram no lado oeste dos EUA, bem bacanas e acabei aproveitando para conhecer (de passagem) Badwater, onde rola a Badwater 135, uma das provas mais duras do mundo, por causa do calor. De fato, peguei 46 graus ali e acho impossível algum ser humano normal conseguir correr por lá, naquele calor e naquela secura!!! E na continuação da viagem tinha escolhido ficar no Olympic Village, uma estação de esqui onde rolaram os Jogos Olímpicos de Inverno de 1960 e onde se dá a largada da Western States 100. 

Eu achei que em junho estaria mais quente por lá e ia dar para fazer umas trilhas. Até deu, mas só naquelas que ficavam mais baixo, porque a região estava ainda cheia de neve e bem fria. Acabei descobrindo a Meia Maratona do Squaw Valley e na manhã da prova estava nevando... ótimo para quem só tinha botado bermuda na mala. Me virei do jeito que deu, usei meia velha como luva, comprei um bluff, vesti umas camadas de camiseta e fui. Prova simples de tudo, e pequenininha. Tão pequena que cheguei em 2. lugar na categoria 40-49 com um tempo tão ruim que eu nem criei expectativa e fui embora. Só no Brasil eu descobri que tinha levado pódio. Perdi a premiação, perdi o trofeuzinho... pena, quem mandou não acreditar? 

Mas o mais legal fica na memória. Porque corri em muito lugar legal!!!


Resumo do mês - Junho/17

131,8 km em 11 treinos e 2 meias-maratonas
4 séries de musculação

01 e 02 - off (férias)
03 - 5km a 5m46/km, em Williams/Arizona, de Adidas Boston
04 e 05 - off (caminhadas diversas)
06 - 8km fartlek na esteira do hotel em Las Vegas, de Adidas Boston + musculação
07 e 08 - off (caminhadas diversas)
09 - 5,1km a 6m35/km congelantes em Mammoth Lakes, de Adidas Boston
10 - off
11 - Squaw Valley Half Marathon. Se o GPS marcou 20,4km, é porque tava curta mesmo!! 1h52 a 5m27/km e um esquisito 2. lugar na categoria 40-49 (31. lugar no geral), mostrando como a prova foi fraca! (Adidas Boston)
12 a 17 - off (caminhadas diversas, Expedição Tom Tom)
18 - Meia Maratona da Maratona do Rio. Acompanhando o Sérgio no pace de 6min/km, fechando em 2h05m30s, com o Adidas Adios
19 - off
20 - 10km na esteira. 2km aquecendo e 8 x 1000m progressivos até 800m, relaxando nos últimos 200m. Skechers Go Bionic
21 - 1km aquecendo + musculação. Skechers Go Bionic
22 - 12,4km - Aquecimento + série de 40 minutos progressivos a cada 10 min (últimos 10 min a mais ou menos 4m40/km) e 10 min de trote. Usando pela primeira e última vez o Olympikus Rio 5 (o tênis não "encaixou" no pé)
23 - 1km aquecendo + musculação. Skechers Go Bionic
24 - Longo de 24km a 5m36/km, de Adidas Ultraboost
25 - off
26 - 1km aquecendo + musculação. Skechers Go Bionic
27 - 4km aquecendo c/ exercícios + 8 tiros de 870m (par fraco/ímpar forte - 4m55/km / 4m15/km). Total de 11km, de Mizuno Hitogami
28 - off
29 - 1,6km aquecendo + 2x 3,3km em ritmo médio (5m10/km) e 1,8km em ritmo médio/forte (4m40/km). Total de 11,8km, de Mizuno Hitogami
30 - off


quarta-feira, 31 de maio de 2017

Resumo do mês - maio/17

182,4km, dos quais 75km na Bertioga-Maresias e os demais em 10 treinos
2 séries de musculação

01 - off
02 - 5,3km aq + 5x 600m c/200m de intervalo ativo - 9,3km, de Skechers Go Bionic
03 - 1km aq + musculação, de Skechers Go Bionic
04 - 1km + 12x 400m c/100m de intervalo ativo - 7km, de Skechers Go Bionic
05 - off
06 - off forçado e forçoso
07 - 38,9km (13km na Wings for Life app), de Adidas Boston. Km no Tomtom Hiking. O Strava registra apenas 35,3km...
08 - off
09 - 3 x 3km - 14m58, 14m14 e 14m12. 9km de Mizuno Hitogami.
10 - off
11 - 10,2km no Ibira (10min fraco/30min forte/10min fraco) a 4m53/km, de Nike Streak LTZ
12 - off
13 - Longão interrompido na USP. 17km abortados por uma pubalgia. Ritmo de 5m11/km
14 - off
15 - 5km leves, testando a pubalgia, de Skechers Go Bionic
16 - off
17 - 5km leves, testando de novo a pubalgia, de Skechers Go Bionic
18 e 19 - off
20 - Bertioga Maresias 75km, de Adidas Boston
21 a 29 - off
30 - 5km fraco-forte na esteira, de Skechers Go Bionic e musculação
31 - off

terça-feira, 2 de maio de 2017

12hs de Piracicaba 2017 - Revezamento

Não estava nos planos, mas o Marcel, do @maniadecorrida, nos convidou para ir e eu fui, pensando na farra. Sim, porque é lógico que certamente não havia nenhuma pretensão de correr a sério, bater recordes e coisa e tal. Na verdade, eu só descobri que estava num octeto uns 3 dias antes da prova. E a minha ideia era correr os trechos oficiais e, enquanto deveria estar descansando, continuar correndo, para completar o treino de 6hs da planilha.

Deu certo, mas não deu certo. A pretensão era fazer 6hs seguidas, como treino mesmo, mas senti um pouco o físico por causa da infecção intestinal da semana anterior (ainda tava no antibiótico), e a pista de concreto não ajuda muito, né? Ao contrário, judia pra caramba do corpo. 



Mas tirando a pista, a prova é interessante. Achei bem organizada, com a preocupação de instalar um banheiro quimico do lado da pista (embora tivesse um banheiro do parque a menos de 50m dali), cronometragem aparentemente funcionou bem, tinha pamonha pra comer (lógico, é Piracicaba), mas também tinha macarrão, frutas, batata assada e até pipoca (!). Só faltou uma coca-cola, mas a água tava sempre geladinha e o clima ajudou. 

Só que o abastecimento da prova, apesar de bom, perdia de 7 x 1 das tendas do Mania de Corrida + Acorda pra correr...  afinal, eram uns 40 corredores só nessas duas equipes, e tinha churrasco, café, refrigerante, cerveja, salgadinhos, batatinha, bolo... enfim, as opções eram infinitas. Assim ficou difícil de correr! Depois de uns 35km seguidos, resolvi parar e comer uns espetos. Daí em diante, rodava um pouco, parava para mais comida, voltava, parava, rodava, parava... assim foi até os 50,6km totais. Oficialmente foram 15 voltas de 1,2km (18km) e o resto rodando como treino. Assim, não contabilizo esta como ultra.



O único problema mesmo foi o prejuízo na câmera. Lógico, a ideia era filmar e fazer um videozinho legal, mas logo que saí para a minha primeira volta, a câmera caiu e rachou a lente!! Desgraça!! Fiquei sem vídeo e vou ter que trocar a lente e torcer pra ficar bom... 


Mas valeu pela farra, pela festa, por encontrar também outros velhos amigos ultramaratonistas, e se o treino não foi perfeito, também não foi totalmente perdido.


Resumo do mês - abril/17

227,3 km em 15 treinos
72,7 km em 3 pedaladas
800 m natação
4 séries de musculação

01 - 30,2km de longo c/mochila (5m52/km), de Adidas Boston
02 - 21,6km de pedal na ciclofaixa
03 - off
04 - 1,6km aq + 5min leve + 4 x 6min progressivo + 5 min leve - 10,7km, de Nike Streak
05 - musculação
06 - 1km aq + 20 x 200m com 100m pausa + 1km desaq - 8km de esteira, de Skechers Go Bionic
07 - off
08 - 23,7km ritmado c/mochila + 2 séries de funcionais (Vamo.ooo) + 3,2km desaq - 26,9km, de Adidas Boston
09 - 34,1km pedalando pra ver a Maratona de SP e 800m nadando pra testar o TomTom Adventure
10 - 3,6km aquecendo na rua + 2x800, 2x600, 2x400, 1x300 e 2x200 progressivos, com 200m de intervalo na esteira (Skechers Go Bionic) - 9,6km total
11 - off
12 - off
13 - 3km aquecendo + 3 x 2,5km (1,5km médio, 1km forte, intervalo de 2min). 10,5km de  Nike Lunarepic
14 - off
15 - Longo de 36km, de mochila (4h00 de treino), de Adidas Boston
16 - off
17 - 1km aquecendo + musculação, Skechers Go Bionic
18 - 3,1km aquecendo + 9 tiros de 850m (+ rápido foi o último, a 3m40), de Nike Streak LTZ. 10,7km
19 - off
20 - 10,8km a 5m42 (dentro do treino, 30 min a 5m00/km), de Nike Lunarloin
21 a 23 - infecção intestinal - off total
24 - 1km aqu + musculação
25 - 10,2 km leve, de Nike Lunarepic
26 - 2,5km aq + musculação
27 - 1km aq + 12 x 200m c/interv de 100m caminhando (3,6km) + 10 tiros de 300m c/interv de 100m caminhando (4km). Total de 8,6km, de Skechers Go Bionic
28 - 17km de pedal para trabalhar no dia da greve.
29 - 12 hs de Piracicaba. 15 x 1,2km oficiais (18km) e 32,6km rodando. Total 50,6km, de Adidas Boston
30 e 31 - off

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Resumo do mês - março 2017

175,6km em 21 treinos
7 séries de musculação

01 - 1km aq + musculação, de Skechers Go Bionic
02 - 800m aq + rodagem de 50min (9,5km), de Mizuno Hitogami
03 - 1,5km aq + musculação
04 - Longinho de 16,3km (5m35/km), de Mizuno Hitogami
05 - off
06 - 1km aq + musculação
07 - 10 km (5 x 2km) na esteira, de Skechers Go Bionic
08 - off
09 - 9,9km rodando com subida, de Mizuno Hitogami
10 - 1km aq + musculação
11 - Longuinho de 17,9km (5m36/km) de Adidas Adios Boost
12 - 6,9km regenerativo, de Adidas Boston.
13 - off
14 - 1,5km aq + 16 x 400m = 7,9km, de Skechers Go Bionic na esteira
15 - musculação
16 - 2km aq + 6 x 7min progressivos (8km) - 10k, de Skechers Go Bionic na esteira
17 - off
18 - 21,6km a 5m27/km, de Mizuno Hitogami.
19 - Beer Mile Canal Corredores, de Adidas Boston
20 a 22 - piriri: nunca beba Bavaria numa Beer Mile
23 - 5km na esteira, ainda sentindo os efeitos da caganeira, de Skechers Go Bionic
24 - off
25 - 10,8km no treinão Runbase/CNA (ainda não tô 100%...), de Adidas Adios Boost
26 - 18,7km de longo em ritmo leve, com mochila. Prejudicado por muita bolha nos pés (meia Kalenji preta), de Adidas Boston
27 - 1km aquecendo + musculação (Skechers Go Bionic)
28 - 12,6km. 3,6km aquecendo + 8x 5min (3min progressivo, 1min leve, 1min caminhando) + 5min leves (Nike Streak LTZ)
29 - 1,2km aquecendo + musculação (Skechers Go Bionic)
30 - 10,2km (5min leve + 3 x 10min rodagem + 5min forte), de Mizuno Hitogami
31 - off

quarta-feira, 1 de março de 2017

Resumo do mês - Fevereiro 2017

118,4km em 20 treinos
43,5km pedalando leve na ciclofaixa
7 séries de musculação

01 - 1km aquecendo (Skechers Go Bionic) + musculação
02 - 11,8km progressivos rodando na chuva (Nike Vomero 12)
03 - off
04 - 12km rodando e filmando no Guarujá, no lançamento do Vomero 12
05 - 19,1 km pedalando passeando na Ciclofaixa
06 - 1km aquecendo (Skechers Go Bionic) + musculação
07 - 6,7km rodando leve no bairro (Nike Vomero 12)
08 - off
09 - 8,2km rodando leve no bairro (Nike Vomero 12)
10 - 1km aquecendo (Skechers Go Bionic) + musculação
11 - 11km leves, a 5m58/km na USP (Mizuno Hitogami)
12 - 24,4 km pedalando passeando na Ciclofaixa
13 - 1,3km aquecendo (Skechers Go Bionic) + musculação
14 - off
15 - 1,5 aquecendo (Skechers Go Bionic) + musculação
16 - 12,5km fartlek a 5m17/km médios (Nike Streak LTZ) no Ibira
17 - off
18 - 10,7km na USP a 5m52/km, na abertura oficial da Runbase 2017 (Adidas Adios Boost)
19 - BEER MILE 70000 inscritos - 1,6km de Hoka One One
20 - 1km aquecendo (Skechers Go Bionic) + musculação
21 - 3km aq + 8x 3min forte/1min fraco/1min caminhando - 10,4km a 5m42/km (Mizuno Hitogami)
22 - 1,5km aquecendo (Skechers Go Bionic) + musculação
23 - 5,3km aquecendo + 3km intensidade (deu ruim, cãimbra) - 8,3km (Nike Streak LTZ)
24 - off
25 - 5km na esteira, fartlek (Asics LA) - 5m57/km
26 - 5km na esteira, fartlek (Asics LA) - 5m52/k
27 - off
28 - 6,9km subindo e descendo no bairro, de Adidas Boston

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Volta ao Cristo 2017 (ou o dia em que quase vi Cristo pessoalmente...)

Volta ao Cristo 2017! Talvez a última das tradicionais subidas em corridas que me faltava no currículo! Depois da Graciosa, de Castelhanos em Ilhabela, do Desafrio de Urubici, da Estrada Velha de Santos (que não existe mais) e até mesmo da Uphill, só faltava essa subida em provas individuais! Pra ser honesto, talvez tenha que colocar o Morro Maldito da Volta à Ilha de Floripa como subida tradicional, mas em provas individuais só faltava mesmo o Cristo de Poços de Caldas!

E fazer essa subida estando mal das pernas em pleno janeiro foi bem desafiante mesmo. Eu diria que cheguei perto de conhecer Cristo pessoalmente, com batimentos acima de 500 bpm, até porque por alguma razão idiota eu resolvi fazer a subida inteira correndo, sem caminhar. Em boas condições já seria difícil. Gordo e fora de forma foi quase impossível!!

Mas a prova é deliciosa. Old School, largada sem pórtico (é uma linha riscada no chão na frente do estádio), clima de amizade, como se todo mundo fosse velho amigo ali, muita tradição e muita risada com os amigos, Sérgio, Mateus, Vanucci e eu corremos a prova praticamente juntos o tempo inteiro, fora os outros que encontramos pelo caminho, como o Vicent, o Geraldão, Betão, Paulinha Lacerda, Cléber Isbin, Tião, Teru etc. E se subir era complicado, descer era tipo carreta desgovernada. Mas sob controle, já que não choveu. Sim, porque uma das tradições da prova é o alto número de capotes na estrada de terra que desce pra cidade, quando chove. Como tava seco, não teve videocassetada.

O tempo foi meio ruim, 1h45. Mas valeu pela experiência, pela amizade e pela curtição. Valeu por ganhar a exclusivíssima medalha do Corrida Rústica do Vanucci, prêmio para poucos!! E por rever Poços, já que fazia 40 anos que não visitava a cidade...

Corrida no Ar - Foto: Tião Moreira

Os 4 cavaleiros do apocalipse - Foto: Tião Moreira

E seguem os registros do Corrida Rústica, do Vanucci, e do nosso Corrida no Ar:




sábado, 4 de fevereiro de 2017

BR 135+ - Prova pra poucos...

BR 135 (135 mlhas!!) é prova pra poucos. Pra muito poucos. BR 135+ então (160 milhas!)... Entra em um outro nível de humanidade. Mesmo com a possibilidade de revezamento, ainda assim é uma prova muito dura, especialmente porque além da distância existem os fatores climáticos (janeiro é época de muito calor e chuvas torrenciais) e altimetria (a Serra da Mantiqueira, previsivelmente, tem bastante subida e descida).

Mas neste ano, a coisa ficou um pouco facilitada. O Cmdte Mario Lacerda abriu a possibilidade de incautos se inscreverem para fazer múltiplos de maratona. De uma a cinco (as 135 milhas tradicionais) ou seis (as 160 milhas da versão apimentada). E eu, incentivado pelo treinador e também pelo amigo Douglas de Melo, a quem coube ser um dos organizadores da prova este ano em razão dos problemas de saúde que atrapalharam o Cmdte Mario Lacerda, acabei me inscrevendo de última hora na "one marathon", iniciando a prova com todos os atletas e terminando-a após mais ou menos 42 km no final da descida do Pico do Gavião.

Não consegui treinar direito pra prova. O corpo se ressente da velhice e do cansaço da Maratona de BsAs e da Ultra 50km. E treinar no final de ano também é sempre mais difícil, tem calor, festas, comilança, confraternizações...

O resultado foi muito sofrimento. Mesmo essa singela "uma" maratona foi bem exigente. Mas também muita diversão por conta dos amigos participando como atletas, staffs ou apoios. Valeu a pena, foi muito legal. O resultado tá aí embaixo:


terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Resumo do mês - janeiro 2017

154,9km em 11 treinos e 2 provas (BR 135 e Volta ao Cristo)
15,1 km pedalando
500m natação leve
4 séries de musculação

01 e 02 - off
03 - 11,2km - Fartlek - Ibira - Adidas Adios Boost
04 - off
05 - 10km - 2km aq + 6 tiros de 1km + 2 km desaq - Ibira - Puma Faas 100
06 - off
07 - 20,1km na USP - Rodagem c/ 4 biologias - 6m28/km - Adidas Boston
08 e 09 - off
10 - 8km rodagem leve com picos de velocidade (300m) em esteira - Puma Faas
11 - off
12 - BR 135+ One marathon - 7h04 - North Face Cardiac
13 a 15 - off
16 - musculação
17 - off
18 - 1km aq (Skechers Go Bionic) + musculação
19 e 20 off
21 - 12,8km - USP - reabertura da Runbase c 2 biologias - 5m58/km - Adidas Adios Boost
22 - off
23 - 1 km aq (Skechers Go Bionic) + musculação
24 - 10,1 km - rodagem leve - Ibira - Nike Vomero 
25 - 15,1km pedalzinho leve ciclofaixa
26 - 9,8km - 4,4 km aq c/rampas banheiro + 5,4km em circuito c/ rampas Bienal - Nike Vomero
27 e 28 - off
29 - Volta ao Cristo de Poços de Caldas - 16km em 1h45m54 - Adidas Adios 2 e 500m nadando leve
30 - 1km aq (Skechers Go Bionic) + musculação
31 - 11,9km - 3km aq + 8,9km fartlek - Nike Vomero

domingo, 1 de janeiro de 2017

Resumo do ano 2016

- 2338,8 km rodados no ano
- 2115,7 km em 206 treinos, 1 ultra de 50 km, 2 maratonas (84,2 km), 1 meia-maratona (Rio) e 6 outras provas (Corridas de Montanha Mairiporã, Igaratá, X-Terra Iha Comprida, NB São Pauo, Pampulha e São Silvestre - 116,8 km)
- 10,27 km/treino e 27,23 km/prova
- 72 séries de musculação
- 50 km + 45 min pedalando
- 2.350 m nadando

Ano de recorde pessoal na maratona (3h32m08 em Porto Alegre), da primeira vez no lugar mais alto do pódio (1. lugar na categoria 40-44 anos na Ultra 50km Dizzy Endurance), dos piores mas mais divertidos tempos da minha vida  em provas (Pampulha e São Silvestre), de 4 Beer Miles com performances pífias (e divertidas), de poucas dores (as lesões dos isqueotibiais, dos tendões de Aquiles e do joelho esquerdo incomodaram pouco) e de muito crescimento do Corrida no Ar. O final do ano foi um pouco pesado (literalmente, no quesito peso corporal), e 2017 já começa com compromisso na BR-135 (categoria 1 maratona), Maratona de Berlin e intenção de correr, finalmente, a Bertioga-Maresias solo


Resumo do mês - Dezembro/2016

192,5 km em 18 treinos + 3 séries de musculação + 1 São Silvestre (15km). Total de 207,5 km

01/12 - 3km aquecendo + 8,4km intervalado - 11,4km, de Nike Streak
02/12 - off
03/12 - Trotinho vagabundo em BH - 5km, de Adidas Adios Boost
04/12 - Volta da Pampulha - 17,8km comprometidos pelo excesso de torresmo, cerveja, tropeiro e cachaça... Adidas Adios Boost
05/12 - off
06/12 - 2km aquecendo + 9,6km de rampas e planos em fartek - 11,6km, de Nike Streak
07/12 - off
08/12 - 2km aquecendo + 3km no Ibira (quebrei, calor, cansaço, preguiça...) - 5km, de Nike Flyknit
09/12 - off
10/12 - Longo de 28km pelos parques de SP, levinho (o ritmo, não eu), de Adidas Boston
11/12 - 1km aquecendo + musculação, de Skechers Go Bionic
12/12 - off
13/12 - 9,3km fartlek no Ibira, de NB Vazee
14/12 - off
15/12 - off
16/12 - 1km aquecendo + musculação, de Skechers Go Bionic
17/12 - Longo de 14,9km interrompido por dores no pé, de NB Vazee
18/12 - 10,3km rodando leve, de Adidas Boston
19/12 - 1km aquecendo + musculação, de Skechers Go Bionic
20/12 - 1km aquecendo + 7 tiros de mil (velocidade + inclinação). 8km, de Asics LA
21/12 - 5km na esteira, filmando matéria pro Globo Esporte, com a Raquel Castanharo, de Adidas Adios
22/12 - 4,4km na Pracinha do Carrefour, interropidos pelo problema n.02, de Adidas Boston
23/12 - off
24/12 - 25,9km de Longo de Natal, de Adidas Boston 
25/12 - off
26/12 - off
27/12 - Fartlek de 12,6km, de Adidas Boston
28/12 - off
29/12 - 2km aquecendo + 6 tiros de 1.000m médios (4m55 a 4m29/km) + 2 km = 10km, de Puma Faas 100
30/12 - off
31/12 - São Silvestre!!! 15km, de Adidas Adios Boost

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Ultramaratona Dizzy Endurance 50 km - Clube Espéria

Nada como fazer um bom planejamento...

A ultramaratona Dizzy Endurance no Clube Esperia é uma prova que eu queria ter feito no ano passado. Ainda bem que não rolou, até porque a edição do ano passado teve um monte de problemas. O fato é que o tempo passou e eu só percebi que a edição deste ano ia rolar 4 dias antes de sua data, através do Leandro. Logicamente fiz o que deve ser feito em termos de planejamento para corridas longas: me inscrevi na louca, sem treinar. Aliás, a própria inscrição foi uma saga, consegui falar com a organização só na quarta. E na quinta à tarde estava me inscrevendo.

Não teve jeito, e fiz um macrociclo/microciclo de treinamento compacto. Num único dia, quinta à noite, fiz a base, os treinos de velocidade, o longo e o polimento. Um dia eu enlouqueço de vez os caras da Trilopez...

Na real, eu só queria dar uma rodada longa, registrar um tipo de prova diferente pro Corrida no Ar e fazer uma ultra neste ano em que fiquei superfocado em maratonas. O resultado tá aí embaixo:






Completei a prova em 5h28, bem leve. Tão leve que, apesar de estar com zero treinamento, não fiquei muito dolorido. A musculatura e o organismo sentiram um pouco nos dias após a prova, mas longe de ficar totalmente quebrado.

O que não tava no script era subir ao pódio. Tanto que eu terminei a prova e fiquei um tempão na lanchonete do clube papeando com os amigos. Já tava indo embora quando tive a curiosidade de ver qual tinha sido a minha colocação: 13. no geral, e 1 na categoria 40-49??? Como assim???

A prova, obviamente, teve um nível técnico fraco (bons mesmo só o Urbano, que competiu no mundial de Ultramaratonas 100km em Los Alcázares, 3 semanas depois, e o Leandro). Esse tempo nõ me dava nem um pirulito numa prova média. E os 3 primeiros colocados da minha categoria acabaram sendo premiados no geral. Assim, subi ao pódio no primeiro lugar pela primeira ve na minha vida, sendo o campeão da categoria! Bizarro, mas acontece!!!



Resumo do mês - Novembro/2016

154,8 km em treinos + 50km na Ultra Dizzy. Total de 204,8 km em 17 treinos/corridas
3 séries de musculação

01 - 9,2km de fartlek no Ibira, com o Nike Free Flyknit
02  - off
03 - 2km aquecimento e 10km rodagem fartlek no Ibira. Total de 12km, com o Asics LA 
04 off
05 - 50km na Ultramaratona Dizzy Endurance - Clube Espéria, de Adidas Boost Boston
06 - off
07 - off
08 - 12,6km bem levinhos no Ibira, de Nike Flyknit Lunarepic
09 - 5km aquecendo + musculação, de Asics LA
10 - 7km bem levinhos, de Nike Flyknit Lunarepic
11 - off
12 - Longo leve/regenerativo, de 20 km com o Adidas Adios Boost
13 a 16 - off - torcicolo
17 - 3km aquecendo + 1km educativos + 9km de intervalados. Total de 14km, com o Adidas Adios
18 - off
19 - Treinão Corrida no Ar/Adidas Runbase: 9,5km na USP, com o Adidas Boston
20 - 10km rodando leve, de Puma Faas 100
21 - off
22 - 8,4km fartlek, de Puma Faas 100
23 - 1km aquecendo + musculação, de Skechers Bionic
24 - Rampas da Bienal + rodagem 45min: total de 8km, com o Nike Free Flyknit
25 - off
26 - Longuinho: 18km, de Adidas Boston
27 - 8km de rodagenzinha leve, com o Adidas Boston
28 - off
29 - 2km aquecendo e 9,1km de fartlek no Ibira. Total: 11,1km de Nike Free Flyknit
30 - 1km aquecendo + musculação, de Skechers Bionic

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Resumo do mês - outubro/2016

2 séries de musculação
89,1km em 9 treinos + 42,2km na Maratona de Buenos Aires - Total de 131,3km

01 - último longo - 20km a 5m10/km na USP (Adidas Adios Boost)
02 - off
03 - Polimento esteira - 1km aq + 4 séries de 10min - 1min forte/2min fraco/2min forte/2min fraco 1min forte/ 2min fraco. Total - 7km, de Nike Streak
04 - off
05 - off
06 - off
07 - 6km leves, do Hotel à retirada de kit da Maratona de BsAs - Adidas Boston
09 - Maratona de Buenos Aires - 3h46m35s - Adidas Adios
10 a 20 de outubro - off!!!
21 - 10,6km leve em trilha no deserto da Namíbia - 6m56/km, calçando um Patagonia
22 a 24 - off
25 - rodagem leve - 6,5km a 6m06/km, de Asics LA
26 - musculação
27 - fartlek Ibira - 8km a 5m54/km, de Asics LA 
28 - 1km aquecendo (Skechers Go Bionic) + musculação
29 - longuinho de volta à USP - 25km a 5m46/km (Adidas Boston)
30 - off
31 - 4km aquecendo + musculação (Asics LA)

domingo, 30 de outubro de 2016

Maratona de Buenos Aires 2016

Quando escolhi, tinha a intenção de correr pra tentar baixar tempo. Afinal, em Buenos Aires eu fiz uma das melhores provas da minha vida e vinha de uma excelente corrida em Porto Alegre. Contudo, o ciclo começou, os treinos pesaram e percebi que não ia rolar. Não se se o tempo entre as duas provas era muito curto e eu acabei não descansando direito (a idade começa a pesar) ou se a vida fora das corridas é que me travou, mas o fato é que os treinos longos não estavam saindo e mesmo nos treinos intervalados me sentia muito cansado no estímulo intenso. Joguei a toalha um mês antes da maratona e resolvi ir apenas para completá-la da forma mais digna possível.

Com esse espírito e tentando descansar o corpo o máximo que dava, baixei em Buenos Aires também com a responsa de fazer a cobertura da prova pro Corrida no Ar. Uma responsa boa, tranquila, mas mesmo assim com algo a ser feito. E fiz, com jantar de massas na véspera e a alma leve pela boa resposta do pessoal que lá esteve. 

Acredito que essa energia boa tenha ajudado muito, porque saí pra prova tranquilo, disposto simplesmente a seguir o corpo. Se o nível esforço correto correspondesse a 6min/km, seguiria nessa velocidade. Se correspondesse a 5min/km, idem. E acabou que encaixei a maior parte da prova a 5min10s/km, um ritmo que eu não tinha conseguido fazer em nenhum longo. Só diminuí mesmo a partir do km 25 e mais porque não precisava fazer força (afinal, o recorde pessoal estava longe e, ao mesmo tempo já tinha garantido um bom tempo) e também porque o vento contra na volta não tava fácil. 3h46m foi um tempo excelente para uma preparação ruim, especialmente por ter terminado a prova bem inteiro, com o cansaço natural de uma maratona, mas sem dores diferentes ou aquela exaustão de quem deu tudo de si. 

Valeu!!!


quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Resumo do mês - setembro/2016

4 séries de musculação
187,8km em 15 treinos


01 - Lombar travada - 1km aquecendo e 3km progressivo e não deu. 4km de Nike Streak
02 - off
03 - Longo na USP. Quebrei (de novo!). 30km, com 5m16/km até o 24 e 6 últimos arrastados. Adidas Adios Boost
04 - off
05 - musculação
06 - 9,6km no Ibira - tiros curtos - 2x (3km rodados + 4 tiros de 300m) + 1,4 rodando. Adidas Adios Boost
07 - musculação
08 - 10,3km - 2,2km aquecendo + 3x (3x de 900m progressivos)
09 - off
10 - Longo na USP - 30km - 5m28/km. Adidas Adios Boost
11 - off
12 - off
13 - 10km - Fartlek na esteira - 1km aq + 2x 1,5km leve/médio/forte, de Nike Streak
14 - musculação
15 - 7km - tiros na esteira 1km aq + 4x 800m + 4x 400m + 4x 300m, de Nike Streak
16 - musculação
17 - 19,3km no treinão Corrida no Ar/Adidas Runbase, de Adidas Adios Boost
18 - Beer Mile - 1,6km, de Adidas Ultraboost
19 - off
20 - 7,7km fartlek no Ibira, de Adidas Adios Boost
21 - off
22 - 6,6km leve no bairro, de Adidas Adios Boost
23 - off
24 - 10km, no treinão Corrida no Ar/Adidas Runbase RJ, de Adidas Boston
25 - Longuinho de 22,2 km no Ibira, de Adidas Adios Boost
26 - off
27 - 8,9km no Ibira, com rampas e rodagem, de Adidas Adios Boost
28 - off
29 - 10,6km no Ibira, progressivo, de Adidas Adios Boost
30 - off

domingo, 4 de setembro de 2016

Resumo do mês - agosto/2016

220,6km em 20 treinos
7 séries de musculação


01 - 1km aquecendo + musculação, de Skechers Go Bionic
02 - 11,5km no Ibira (2km aq + 2x 5min leve, 10min médio, 5min forte, 2min trote e 3min caminhada), de Adidas Adios Boost
03 - 1km aquecendo + musculação, de Skechers Go Bionic
04 - 10,7km rodando leve, de Adidas Boston
05 - off
06 - 26,8km de longo quebrado na USP, de Adidas Boston
07 - musculação
08 - off
09 - 1km aquecendo + 4 séries de 2,5km (prog a cada 500m, últimos 500m no trote), de Nike Streak. Total de 11km
10 - musculação
11 - 1km aquecendo + 2 séries de 2,5km (1km leve + 1km médio + 500m fortes), de Nike Streak. Total de 11km
12 - off
13 - Longo de 29,3km a 5m23s/km na USP. Adidas Adios Boost
14 - off
15 - 1km aquecendo + musculação (Skechers Go Bionic)
16 - 1km aquecendo + 2 séries de 4,5km (2km leve + 2km médio + 500m fortes). Total: 10km (Nike Streak)
17 - musculação
18 - 1km aquecendo + 10 tiros de 400m (1min descanso) a 1m35. Total: 5km (Nike Free Flyknit)
19 - rodagem leve - 4,6km de Nike Flyknit
20 - Longo com várias subidas - 22,3km, de Adidas Boston, com parada na padoca pra assistir a prova do Izaquias na Olimpíada
21 - Rodagem solta - 5,7km, de Adidas Adios Boost
22 - musculação
23 - 1,8km aquecendo + 25min progressivos a cada 5min + 2 x 10 min progressivos (5 + 3 + 2). Total de 12km, Nike Streak
24 - 1km aquecendo + musculação - Skechers Go Bionic
25 - 7,5km no Ibira, leve, com o Coach Norrie, de Adidas Adios Boost
26 - off
27 - 9,2km no treinão Corrida no Ar/Adidas Runbase, de Adidas Adios Boost
28 - 26km no longo quebrado no Ibira. Ritmo ok até o 22km, a partir daí... Asics LA Marathon
29 - off
30 - 3km aquecendo + 1,8km aquecendo + 2 voltas de 5km (1km leve + 3,1km médio + 900m velocidade). Total de 14,8km, de Adidas Adios Boost

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Resumo do mês - julho/2016

210,5 km, dos quais 195,5 km em 20 treinos e 15km na NB 15k Series São Paulo
7 séries de musculação

01 - off
02 - 1km aquecendo + musculação + 1km + circuito + 1km. 3km de Skechers Go Bionic
03 - Longo regenerativo. 21,8km a 5m47/km, de Nike Lunarepic
04 - off
05 - 1km aquecendo + 17 tiros de 300m. 6,1km de Puma Faas 300
06 - 1km aquecendo + musculação. Skechers Go Bionic
07 - 6,4km rodando leve com subidas e descidas. Asics LA
08 - 1km + musculação
09 - off
10 - 15km na New Balance São Paulo 15km, de Asics LA
11 - off
12 - 5 x (5min médio + 1min caminhada + 2min fortes + 1 caminhada). Total 11,3km, de Nike Lunarloin Flyknit
13 - 1km + musculação, de Skechers Go Bionic
14 - 6,7km de 3 séries com 6 Bienais subindo forte, de Nike Free Flyknit
15 - off
16 - 13,3km a 5m59/km, no treinão Velocitá/Adidas/CNA, de Adidas Adios
17 - 20km leves a 5m57/km, na rua, de Asics LA
18 - musculação
19 - 2km aquecendo + 2x 2,5km médio (4m55/km) e 2km forte (4m15/km). Total: 11km, de Puma Faas 300
20 - off
21 - 7,6km aquecendo + 1,7k médio (4m56/km) + 6k forte (4m35/km) + 1,7k leve (5m37). Total: 17km, de Nike Streak LTZ
22 - 1km + musculação, Puma Faas 300
23 - Uns 7km no Treinão Corrida no Ar/Adidas na USP (filmando), de Adidas Adios Boost
24 - 20,8km no longuinho no Ibira, a 5m30/km, de Adidas Adios Boost
25 - off
26 - 4,8km aquecendo + 2 x 0,85m leves + 3,5km fortes (4m20/km e 4m17/km). Total: 13,5km, de Adidas Adios Boost
27 - 1km aquecendo + musculação (Skechers Go Bionic)
28 - 1,8km aquecendo + 6km (a série era 1km forte, 1km fraco por 9km, mas senti uma fisgada na coxa esquerda e parei). Total: 7,8km, de Nike Lunarloin Flyknit
29 - off
30 - Longo de 24,8km, ainda sem ritmo. USP. De Adidas Adios Boost
31 - off

terça-feira, 26 de julho de 2016

New Balance São Paulo 15k Series 2016

A prova de 15k da New Balance em 2016 foi uma prova mais tradicional, sem o apelo do qualifying de alguns anos atrás (na qual eu entrei raspando...), mas com um circuito bem veloz: a pista expressa da Marginal Pinheiros (com os radares desligados, é claro).

Estive lá para cobrir a prova para o Corrida no Ar. De fato, a prova foi rápida, até porque não tinha os 15k prometidos. Deu 14,8km no GPS de boa parte das pessoas, o que indica até um pouco menos, embora só houvesse uma única curva (de retorno) para "contaminar" a medição por satélite. Mas de resto foi bem organizada, boa arena, acesso fácil (trem, ônibus e carro), bom abastecimento de água, e mesmo a dificuldade de ter que atravessar a pista local para chegar na largada acabou sendo bem resolvida com a parceria com a CET.

Tão rápida que mesmo parando toda hora (mesmo!!) pra filmar e coisa e tal que fechei com 5m10/km de pace e 1h17m35s. E valeu a pena conhecer pessoalmente o Fredison Costa, um dos nossos melhores maratonistas, pentacampeão da Maratona da Disney e um cara gente boa demais!!




domingo, 3 de julho de 2016

Resumo do mês - junho/2016

151,1km em 17 treinos e 1 Maratona
5 séries de musculação

01 - musculação
02 - 5km fartlek em Cambará do Sul, pra sentir o frio - Adidas Adios
03 e 04 - passeios - off
05 - 17,4km - Rodoviária a rodoviária - Gramado a Canela - 6m15/km, de Nike Flyknit
06 - 1km aquecendo + 11 tiros de 2min com 1min de caminhada, na esteira - Total de 6,8km, de Nike Flyknit
07 - off
08 - 1km aquecendo + 40 min fartlek na esteira. Total de 7km, de Adidas Adios
09 - Rodagem leve: 5,4km no plano, de Adidas Adios
10 - off
11 - off
12 - Maratona de Porto Alegre. Recorde Pessoal, 3h32m07s, de Nike Flyknit!!!!!
13 - off
14 - off
15 - 2km aquecendo + musculação (Puma Faas 300)
16 - 5km regenerativo (5m01/km???), de Asics 33 DFA
17 - 1km aquecendo + musculação (Skechers Go Bionic)
18 - Treinão Corrida no Ar/Runbase - 11km, de Adidas Adios
19 - Beer Mile 40.000 assinantes - 1 milha, ou 1,6km, de Hoka One
20 - 1km aquecendo + musculação (Skechers Go Bionic)
21 - 5km rodando leve na esteira, com o Nike Lunarepic Flyknit
22 - off
23 - 6km no Ibira - 3km leves/3km fortes, com Nike Lunarepic (eram 9km, senti um incômodo no posterior da coxa esquerda e parei)
24 - off
25 - Longo regenerativo USP - 16km a 5m44/km, de Nike Lunarepic
26 - off

27 - off
28 - 2km aquecendo + 2km de circuito + rampas + 7,4km fartlek (4min forte/1min trote/1min caminhando). 11,4km, de Nike Lunarepic
29 - 1km aquecendo + musculação, de Skechers Go Bionic
30 - 6,3km levinhos, a 6m20/km (todo dolorido do treino de terça e da musculação de quarta...). Nike Lunarepic

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Maratona de Porto Alegre 2016

O ciclo fechou. Foram 6 meses de ciclo feitinho, bonitinho, com algumas falhas no treino, mas encaixando tudo mais ou menos bem no final do ciclo. Mesmo assim, no final do treinamento, perto da prova, quando era para perder peso, estava ganhando de novo, culpa das férias... mas o esses passeios de férias, embora não tenham ajudado no peso, ajudaram a chegar descansado para a prova, além de ter servido para uma aclimatação ao frio que eu não previra necessária.

Sim, porque o frio que fez em Porto Alegre não estava normal. E o frio que fez nos dias antes também. PoA é legal porque geralmente tem um clima bom para a prova, mas nesta tava frio até pra gauchada!! Largar com 2, 3 graus de temperatura não é comum por aqui. E no aquecimento, a dúvida era saber se ia de gorro, boné ou bluff. Ganhou o último e deu certo.

Km 22, sossegado

Além disso, o fato de ter ganhado peso e desencanado um pouco de tentar algo na prova também ajudou a tirar a pressão que impunha sobre mim mesmo, o que paradoxalmente me fez conseguir esse algo na prova. Saí sem me importar tanto com ritmo, segundo a segundo. O negócio era correr relativamente forte, mas confortável, gerenciando o corpo e o esforço. Na prática isso significou um primeiro quilômetro a 5m11/km e os demais já na casa dos 5min00/km.

A dispersão na largada tava ótima e ajudou. O avenidão Beira-rio é largo e na verdade eu até tentava ficar mais perto de outros corredores pra ver se eles bloqueavam um pouco o leve ventinho gelado. Ali também foi bom por conta do sol, já que ao passar a meia (para 1h46m30, tranquilo) e retornar ao Centro, passamos a enfrentar mais frio por conta da sombra dos prédios. Corria, corria e não esquentava. Se corresse mais, ia ficar cansado e não esquentaria também!

Eu e o José Marcio Pacheco, depois do km 30.
Por volta do km 08 senti um incômodo no posterior da coxa direita. Não atrapalhava quase nada para correr, mas me deixou alerta o tempo inteiro, até porque foi comigo até o final da prova. E o medo de a perna travar e me deixar na mão? Toda hora lembrava de postura, posição do corpo e isso acabou me ajudando a manter a concentração e não correr "mole". Foi bom, especialmente porque o Nike Flyknit Free que eu usei não é um tênis que perdoa passadas molengas. 

A partir da metade da prova, vendo que o meu companheiro de Trilopez, Marcelo, não me acompanhou e nem iria fazer ritmo dele, dei uma apertadinha de leve no ritmo. Não foi algo planejado, simplesmente aconteceu naquele momento da prova. Talvez até tenha puxado um pouco pra ver se o frio passava, mas o ritmo passou pra casa de uns 4m55/km. Tudo sem perceber, só vi depois no Strava. Só no finalzinho mesmo, depois do 36 mas especialmente depois de passar o Gasômetro no 39, a coisa deu uma variadinha pra cima, com algumas parciais em 5m10. Mas ali eu também tinha perdido um pouco o controle, já que ventava e a sensação de esforço ficou meio alterada com isso.

3h32m07s foi o tempo oficial. Excelente, nem nos meus melhores sonhos imaginava isso. Podia ser melhor ainda se não tivesse parado para mijar no 17 e voltado para pegar isotônico no 30, num posto pelo qual eu passei direto sem saber porque. Às vezes, na maratona, a gente realmente não sabe o que faz direito. Vai ver, foi por isso que fiz minha marca pessoal. Eu não sabia o que tava fazendo direito e por isso fiz meu recorde. As coisas vêm assim de vez em quando e eu não reclamo!!!

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Meia Maratona do Rio 2016 - Operação Laranja

É uma tradição: todo ano tenho ido ao Rio na época da Maratona, para me reunir com os amigos da Operação Laranja, amigos que se conheceram pelo extinto blog Correria da Runner's World e que acabaram se tornando amigos permanentes. 

Mas neste ano a Operação Laranja estava um pouco esvaziada. Na verdade só eu eu viajei ao Rio. Até alguns cariocas estavam fora, como o Carino, que ia correr a Maratona de Ottawa. Esvaziada, porém não inexistente. Nossa presidente estava lá, firme e forte, e o Comandante Bruno também. E para ajudar a botar um pouco de água no feijão levei o membro honorário Herivelto pro nosso almoço. Aliás, conheci o Heri também pelo blog Correria, então nada mais natural que incorporá-lo ao evento.

Clube Náutico Piraquê, coisa fina!!

Filé Mignon com creme de gorgonzola e batatas rosti... hmnhammmm!!
 
Após um almoço patrão no sábado, concentração pra prova domingo? Mais ou menos. Meu ciclo para a Maratona de Porto Alegre está feito e a idéia era só correr no Rio, sem compromisso com um tempo determinado, mas sabendo que tinha condições de ir bem. Se corresse a 90% já sairia um 1h45, então tava tranquilo.

O problema é que a logística da prova e o almoço no sábado não se entenderam. Acordar as 4h00 para pegar os ônibus da largada significa não fazer o número 2 matinal porque tá tudo dormindo aqui dentro... mas ao chegar à largada, o corpo já despertara e os movimentos peristálticos também. Bom, em resumo, escutei a largada de dentro do banheiro químico....

Até aí, nenhum problema, pensei. Era só deixar a multidão partir e eu iria sair bem atrás, passando todo mundo, mas conseguindo espaço pelo fato de a galera já ter se dispersado ao longo do percurso. Ótima idéia na teoria, mas péssima na prática, por um motivo simples: havia tanta gente na prova que a parte da dispersão não aconteceu!!

Eu passei pela largada 7h15, 30 minutos depois da largada. E saí ultrapassando todo mundo. Na subida do Joá havia espaço. Descer o Joá teve uns trechos com muita gente, mas deu pra manter o 5min/km. No entanto, ao chegar em São Conrado, já travou um pouco. Não conseguia correr, toda hora acelerava e freava, o ritmo médio subiu pra 5min15! Subir a Niemeyer não foi tão ruim, apesar do ziguezague eu passava todo mundo na boa. Mas ao começar a descida, tudo travou. A pista estreitou, o pessoal não desenvolvia mas ocupava todo o espaço e me vi descendo a 6min/km!!!

Aí desencanei de vez. No início do Leblon cheguei a parar pra conversar com o Yamada. Aquele trecho da orla também tava bem travado. No Arpoador, parei de novo pra conversar com o Gustavo. Mesmo assim, aos trancos e barrancos, seguia a 5min15/km de média, sem esforço maior, a não ser o ziguezague constante.

Aí, quando chegamos ao tunel do Botafogo, encontrei a presidente Debs. Ela tinha saído do Leblon e ia fazer só 12, no ritmo dela, e eu resolvi ser seu batedor. Lógico que o ritmo caiu bastante, mas a parte competitiva da prova já tinha ido pro saco desde a descida do Vidigal, então o momento era de curtir e ajudar a amiga. 

Foto do Professor Tonho, da Mitokondria!!

Fechei em 2h02. Tempo ruim? Claro, mas quem se importa? Curti a prova, tinha dormido só 3 horas na noite (assisti o imperdível jogo do GSW x OKC, lógico!!) e terminei com os amigos, bebendo uma cervejinha. O que mais falta?




Resumo do mês - maio/2016

247,7km corridos em 17 treinos e uma meia-maratona
22,7km + 45 min pedalando
7 treinos de musculação

01 - 24,2km seguindo de Jundiaí a Pirapora do Bom Jesus. Leve. 6m05/km. Adidas Adios
02 - 1km aquecendo + musculação (Skechers Go Bionic)
03 - 5km aquecendo (a 5m20/km) + 8 tiros de 900m fraco/forte, com intervalo de 30seg/2min (4m52/4m08/5m00/4m12/4m53/4m13/5m00/4m12) + 1,6km solo. Total de 13,8km. Puma Faas 300
04 - off
05 - 2,9km aquecendo + 10,5km fartlek, c/ rampas da Bienal. Total 13,4km, de Nike Streak
06 - off
07 - Longão na USP: 31,5km a 5m18/km, de Nike Flyknit. (ótimo, terminei inteiro)
08 - 22,7km pedalando/passeando na Ciclofaixa.
09 - off
10 - 1km aquecendo + 4 x 2,3km prog c/ 1min pausa. 10,5km, de Nike Streak LTZ
11 - musculação
12 - Aq (1,6km) + 10min/leve, 30min/for, 10 min/leve (10,1 km). Total: 11,7km, de Adidas Adios
13 - musculação
14 - Longão na USP: 28,5km a 5min08/km, de Nike Flyknit (ritmo bom, mas quebrei, era pra ser 30k)

15 - off
16 - off
17 - 4,3 km aquecimento (com estímulos de 30 seg/sprint) + 2 x 5km progressivo (23m36 e 23m33) c/ pausa de 2m30. Total 14,5km (Puma Faas 300)
18 - 1km aquecendo + musculação (Skechers Go Bionic)
19 - 1,5 km aquecimento + 5 min trote + 8 X 5min (fraco/forte/fraco/forte/caminhada) + 5 min trote. Total 11,1km - Nike Streak LTZ
20 - off
21 - Longão USP: 27km a 5min11s/km, de Adidas Adios (ótimo, comecei devagar, acelerei do meio pra frente e terminei inteiro)
22 - 45min pedalando no rolo
23 - 1km aquecendo + musculação (Skechers Go Bionic)
24 - 6,3km aquecimento + 2 tiros progressivos de 4,85km com 2min de pausa (22m03 e 22m15). 16km no total, de Nike Streak
25 - 1km aquecendo + musculação (Skechers Go Bionic)
26 - 5 km aquecendo + 2 tiros de 1.000m no Museu do Ipiranga (era pra ser 7, mas o almoço no restaurante mineiro pesou...). Total de 7km, com o Asics LA
27 - off
28 - off
29 - Meia Maratona do Rio de Janeiro. 21,1km em 2h02 (últimos 4km com a Deb), de Adidas Adios
30 - Musculação - Arte da Força/Adidas Run Base
31 - 3,5 Aq + 6 x 1,5km (6m35, 6m32, 6m25, 6m25, 6m25, 6m39) + 0,9 desaq. 13,4km de Puma Faas 300

sábado, 30 de abril de 2016

Resumo do mês - abril/2016

201,5km em 16 treinos + 9 séries de musculação


01 - off
02 - 32km a 5m35/km, de Nike Flyknit
03 - off
04 - musculação
05 - 11km no Ibirapuera - acelerações de 30 seg com 30 seg trotando e Fartlek - 5min ritmo, 1min trote e 1 min caminhando - Nike Streak
06 - musculação
07 - 1,8km + 4 tiros de 1.000m no Parque da Independência (eram 7, mas travei). Total de 5,8km, de Puma Faas
08 - off
09 - XTerra Night Run Ilha Comprida 23,7k - 2h14m20s, de Adidas Adios
10 - musculação
11 - off (piriri, febre)
12 - 9,4km rodando leve no Ibira, de Puma Faas 100
13 - musculação
14 - 6,4km aquecendo + rampas e 7,5km de rodagem a 5min04/km. Total 13,9km, de Nike Streak
15 - off
16 - Longo USP - 10km + 2min trote + 10km + 2min trote + 9km. Fiz só 21,5km, travei total na terceira retomada de ritmo (1h56, 5m24/km), de Asics LA
17 - 9,4km em 1h, rodando leve, de Puma Faas 300
18 - 1km aquecendo (Skechers) + musculação
19 - 6km aquecendo + 4 tiros de 2km com 1min de descanso (4m43, 4m43, 4m42 e 4m39/km) - total de 14km, de Nike Flyknit
20 - musculação
21 - off
22 - 1km aquecendo + 15 tiros de 2 min na esteira (13 a 13,5km/h) com 1min pausa caminhando. Total 6km + musculação (Nike Streak)
23 - 24,1km a 5m20/km no Ibira, de Nike Flyknit
24 - off
25 - off
26 - 1,3km aquecendo +13 tiros de 500m com 30 seg de pausa (4m45/km de média), no Museu do Ipiranga. 7,8km, de Puma Faas 300
27 - musculação + 5,9km trotando após (40min), de Mizuno Musha
28 - 1km aquecendo, 2,5km a 5m15/km, 4km em ritmo de meia a 5m05/km e 2,5km a 4m45/km e 1km desaquecendo, na esteira - total 11km, de Puma Faas 300 
29 - off
30 - musculação + 5km trotando após, de Nike Flyknit

sábado, 16 de abril de 2016

XTerra Ilha Comprida Night Run - 23,7km - 2016

Fui cobrir e correr o XTerra de Ilha Comprida para o Corrida no Ar, a convite da organização do evento. Foi um final de semana complicado para competir, em sentido meteorológico. Muito calor, muita umidade. A cobertura do triathlon e do MTB Contra Relógio, de dia, foi bem quente, um sol infernal, os competidores chegavam derretendo. Á noite havia um leve refresco por causa da ausência de sol, mas mesmo assim tava quente, abafado e úmido pra caramba. Com menos de 1km minha camiseta estava encharcada de suor.

Mesmo assim fiz uma boa prova. Sai lá atrás, até por conta das imagens, mas rapidamente aqueci (não era muito difícil naquela temperatura) e desenvolvi um ritmo bom, passei muita gente correndo a uns 5min05/km. O terreno era plano e, exceto um ou outro ponto com mais areia na estrada de terra, era bem fácil de correr. No entanto, quando chegamos na praia, o panorama mudou. Um vento contra bem chato, forte o suficiente para subir meu pace para casa dos 6min/km. A praia deserta, escura, e sem pontos próximos de referência me fez ficar meio desorientado, já que a faixa de areia é muito larga. Devo ter corrido em ziguezague, já que ora estava quase entrando na água, ora subia e pegava areia fofa. Além disso, estávamos a 10km da chegada, numa região erma. A praia é separada da avenida Beira-Mar por uma faixa de terra e plantas, então também não dava para usar a luz da avenida para nos guiar ou iluminar. No final, encontrei um rastro de quadriciclo que ajudou muito, foi meu guia até a chegada.

Apesar do final sofrido, só um corredor me ultrapassou na prova inteira. Acabei numa boa 20. colocação, 6. na categoria 40-44. E o vídeo da cobertura da prova está no Youtube e no Corrida no Ar: