quinta-feira, 15 de novembro de 2012

November pain

E novembro começa com uma baita dor de garganta. Daquelas que não passam em um dia ou dois dias com um cataflanzinho básico. Foi laringite mesmo, inflamação virótica (segundo o médico) com febre e uma infernal tosse seca que não me deixou dormir. Praticamente duas semanas de molho, de 24 de outubro até 03 de novembro, sabadão em que arrisquei voltar de leve. Foram 12k constantes e tranquilos no Ibira, rodando a uns 5min40s/km de pace com o Nike Free. Fiquei com uma dorzinha no joelho e na tentativa de rodar bem levinho no domingo, acabei fazendo só 40min (uns 6k) na pracinha atrás do Carrefour Imigrantes (Mizuno LSD) até resolver que não valia a pena correr com dor. 

Na segunda-feira voltei à musculação, o que não deve ter sido muito bom pro joelho, já que na terça sofri pra fazer os 6 tiros de 1,5km com "descanso" na forma de exercícios. Variei muito meus ritmos, tinha volta que fazia a 6min30s (4min20s/km), teve volta que fiz a 7min45s (5min10s/km)... 9k pra conta, de Mizuno LSD, mas meio travado. Passei a quarta pra tentar recuperar a carcaça e na quinta fiz uma rodagem mais leve, 9k em fartlek (Asics GT-2160) na chuva. 

No curtão de sábado, rodei mais ou menos 13k em 1h35, subindo e descendo a Física e a Biologia 3 vezes, num ritmo tranquilo, com o Nike Free. Passei o final de semana meio estragado por outros motivos, mas na terça voltei pro ritmo normal, num fartlek de 9k com variações a cada 2 minutos, calçando o Mizuno LSD. Na quarta voltei à musculação (e às dores musculares, por óbvio). E nesta quinta rodei aqui perto de casa mesmo, 1h10 que devem ter resultado em mais ou menos 10k, subindo e descendo a Ribeiro Lacerda 4 vezes, com o pesado Asics GT-2160. As duas semanas parado fizeram um certo estrago, sinto na hora de correr...

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Resumo do mês - Oktober 2012

55km em 07 treinos
1 Maratona
1 prova de 10km
2 séries de musculação
Total: 107km 

Volta da USP e fim do Desafio Pharmaton

O fim do Desafio Pharmaton foi marcado para a Volta da USP, prova que poderia marcar um turning point na vida do pessoal iniciante, que mal corria no começo e que estaria apto pra terminar um prova de 10km. 

Já pra gente mais experiente, serviria pra medir o nível atual de condicionamento. O trajeto da prova era mais do que conhecido, a tradicional volta de 10km da USP que já fiz em tantos treinos, com a temida subida da Biologia. Em treinos a gente costuma segurar o ritmo ali, mas numa prova o negócio é tentar subir o mais forte que dá e sobreviver.

O dia tava bem quente e eu ainda estava um pouco balançado do esforço de Buenos Aires. Mas como não tava perdendo nada ali, resolvi que ia sair forte e ver o que acontecia. E o que aconteceu foi que eu cheguei muito mais quebrado do que numa maratona. Fazia tempo que não passava mal numa prova como nesta. Lógico que o calor ajudou. Lógico que o trajeto e a subida da Biologia não perdoam. Mas sair que nem um cavalo louco a 4min15/km também não contribuiu em nada...


Fechei em 50min22s. (Mizuno LSD) Morto. Esturricado. O que consola é saber que todo mundo da equipe também correu meio mal. Não sei se foi a pizza comemorativa no dia anterior (quando rolou o sorteio que definiu quem iria para a Maratona da Disney - deu Edu!). Não sei se realmente pesou o cansaço de Buenos Aires Só sei que sofri pra fazer um tempo que seria relativamente simples em condições normais. Praticamente o mesmo pace da maratona, só em 10km.

De qualquer forma, foi mais uma prova pro currículo, se eu não me engano a minha terceira Volta da USP, uma prova tradicionalíssima e que eu nunca tive coragem de enfrentar como aluno. 

Por fim, e para registro de treino... na terça-feira, primeiro treino após a Volta da USP, tava eu lá no Ibira. Era pra rodar 50 minutos, sem muito compromisso com tempo. Tava chovendo e eu corri fácil (Nike Free), deu 11km no plano do Ibira, sem cansar muito... nada como um dia após o outro!!