sábado, 30 de junho de 2012

Shot in the dark

O melhor comentário feito foi o da minha amiga Bia: "e além de tudo o cabelo do Romarinho é muito mais legal que o do Neymar". Cabelo, bola, o moleque é iluminado. Ninguém que não tenha estrela estréia no time titular num clássico contra os porcos e faz dois golaços, um de letra e outro tirando o zagueiro pra dançar. Mais ainda é entrar no final do jogo, estreando em final de Libertadores e na primeira bola que pega, sai na cara do gol, espera o goleiro cair e dá um toquinho por cima, estilo Romário, frio e matador.

Mas tem o segundo jogo ainda, calma. Nada de contar vitória antecipada. É que nem os treinos pra corrida. Depois de ter corrido surpreendentemente bem no domingo, mesmo após um longão de 3 horas, na terça tinha tudo de novo. 4 séries de tiros de 1.500m e 900m. Pra ajudar, a parte de baixo do circuito do tiro tava escura, sem luz. Mas duro mesmo era destravar as pernas... os de 1,5km, em ritmo controlado, saíram a 7m24, 7m04, 7m15 e 7m03. Os de 900m, mais fortes, a 3m56, 3m57, 3m53 e 3m36 (o último é aquele onde gasto o que resta). Bom? Bom, muita gente que fez São Roque ainda não conseguia correr na terça. Mas cansou. 11km, considerando o aquecimento, com Nike Free.

Quarta, teve o treino das escadas, pré-jogo do Timão. Dessa vez fui pra academia, rodei 1 hora nas ruas do bairro, encarei 30 minutos na escada rolante (ou seja, só pra cima) e fiz o treino de força do jeito que dava, tirando um pouco a carga, especialmente nos exercícios de perna. Só o Corinthians mesmo pra me manter acordado depois de um treino desses. 8,5km usando o Patagonia, pesadaço, e a mochila com 4kg.

Quinta, um tormento. Dois treinos seguidos fortes e o cansaço do final de semana bateram. Foram 3 voltas de 3km, fartlek. Primeira volta em ritmo médio, em 15min35s. Segunda volta mais forte, a 14min20s (e foi beeem difícil). Terceira em progressão, saindo lento e fechando mais forte, a 15min20s. 10km, com o aquecimento, de Mizuno LSD. Os tempos não forma extremamente ruins, mas a canseira que deu...

E por fim, um longo de 3h45m no sábado, pra acabar de quebrar... basicamente saí de casa, fui até a USP, fiz umas biologias e fui voltando, optando por subir a Bela Cintra e ficar na Paulista, já que pelo tempo não daria pra chegar em casa de volta. Parei na estação Brigadeiro, com 3h45 em cima (32km) e peguei o metrozão, meio zureta... foi muito, mas muito difícil, tudo travado, tudo duro, doía as costas, as pernas... nem dá pra comparar com o do sábado anterior, mais corrido, mais plano e mais descansado. Mas fiz, usando o Nike Alvord. E assim o mês acabou. E eu também acabei.

Nenhum comentário: