quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Meia Maratona da Corpore 2009

A meia da Corpore de 2009 não tinha exatamente o mesmo traçado da mesma meia que eu havia feito em 2005. Algumas alterações, nada substancial em termos de altimetria, mas uma expectativa muito melhor desta vez.

Ainda em treino e ainda com a Abertura Corpore na cabeça, tinha uma expectativa próxima a 1h52min. Tava ficando rápido nos treinos, mas não queria forçar muito. No entanto, assim que larguei, peguei um bonde com o Daniel que estava puxando a Lu (estreando em meias) e uma outra corredora. Eles vinham a 5min/km de média e resolvi ir junto. Não tava fácil, mas tava dando para acompanhar.

O clima dessa prova enganou. Começou friozinho, mas depois esquentou pra caramba. Muita gente quebrou por causa disso. No nosso ritmo a gente começou a passar muita gente que tinha saído forte a partir do 10ºkm. No entanto, lá pelo 15ºkm quem ficou fui eu, não aguentei o ritmo deles. Depois da placa de quilometragem eu entendi o porque: não era eu quem tinha efetivamente quebrado, eram eles que tinham puxado um pace para 4min40s, sei lá porque.

Aliviado, mas sem o bonde, me concentrei em tentar manter o ritmo até o final. Já começava a fazer conta pra o meu recorde pessoal. Tava duro, mas essa motivação me deu forças. Comecei a me concentrar em tentar pegar um corredor á minha frente. Passava, pegava outro. E ia mantendo o ritmo, tentando correr solto, ignorando o cansaço. O ritmo aeróbico tava no limite, mascontrolado, o difícil era manter as pernas funcionando, por isso tentei correr o mais relaxado possível, soltando as pernas mesmo!

Deu certo. Entrar na USP ajudou, estava "em casa". A tática de ir buscando também, ainda mais quando via um laranjinha da Trilopez para alcançar. Só nos últimos 500 metros passei três colegas da Trilopez. E alcancei a Lu, que tinha me deixado para trás naquele quilômetro 15, a uns 50m da chegada, no sprint final. Uau, finalmente a porcaria da barreira de 1h50min tinha ficado pra trás! 1h49m17s.

Nenhum comentário: