domingo, 25 de julho de 2010

Domingo não teve nada...

... mas comi um dogão. Para quem pensa que isso não vai ajudar no meu regime, não vai ser bom pras corridas e nem vai acabar com as minhas bolhas e dores nas costas eu respondo que o Dogão no Domingo 25 de julho era um dos Quinze mandamentos, que viraram Dez depois que Moisés deixou cair uma das pedras onde inscritas. Eu vi isso na História do Mundo do Mel Brooks, é só parar o DVD no ponto certo (antigamente não dava pra ler porque o videocassete não tinha uma boa resolução, como é bom esse treco de HDTV!) pegar o texto, que está em aramaico arcaico e colocar no Google Translator.

2 comentários:

Shigueo disse...

Vc come daqueles dogões que tem tudo dentro e depois é comprimido?

Isso pra mim era "pograma" depois da balada... Bons tempos, meu fígado e meu estômago aguentavam qualquer coisa.

Faz parte...

Ricardo Nishizaki disse...

Foi, na verdade, um dogão de padaria. Mas tinha de tudo, foi legalzão. Diferente dos dogões da kombi da reitoria, por exemplo, até porque como era em padoca, vinha no prato, um tanto chique demais pro meu gosto, mas valeu a pena.