terça-feira, 31 de agosto de 2010

Trafic jam

Cheguei no Ibira e estacionei com relativa facilidade. No bolsão do MAM não tinha mais vaga, mas ali do lado, no acesso onde existem as vagas a 45º, tava tranquilo. No entanto, na hora de correr... de onde saiu tanta gente?

O clima tava agradável, hoje não foi um dia tão quente, embora seco, mas à noite já estava bem mais confortável, e o Parque é normalmente mais confortável em termos de umidade por conta do lago. Mas não esperava tanta gente assim. Corri bastante em zigue-zague hoje.

O treino também ajudava a achar que os outros frequentadores eram obstáculos. 6 tiros de 2 km, começando em um ritmo conservador e acelerando bastante nos 500m finais, com pausas entre eles de 2 minutos. O primeiro eu fiz todo serelepe, a 8min59s. No segundo, já começou a pesar: fiz a 09min10s e tava tudo errado. Como saía muito forte, quando chegava a hora de acelerar eu não tinha mais perna e tava acontecendo o contrário do que era o previsto pro treino: eu reduzia a velocidade nos 500m finais. Em nome do treino e dos meus pulmões, resolvi moderar o ritmo de saída para conseguir acelerar no final. Isso se refletiu nos tempos: passei a rodar os 2k na casa de 09min30s, mas pelo menos passei a acelerar no final. Mas a cada tiro, o cansaço ficava mais extremo. No último, eu consegui manter a média de 09min30s, mas quase morrendo de cansaço.

De qualquer modo, mais 12km pra caixa registradora, com o velho Nike Equalon. E o gozado do treino foi explicar, junto com a Grazi, como é que se corre em escada. Teve gente que me viu no jornal da TV. Eu vi só a matéria da Ana Maria Braga, onde quem aparecem bem é a Grazi e o Diego, e eu só vi a minha bunda passando, na largada...

Nenhum comentário: