quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Intervalo sem ar

Esqueci meu santo remedinho para asma hoje e quase botei os pulmões pra fora já no aquecimento. Portanto, o treino foi obrigatoriamente mais lento, sob pena de apoxia total e completa.

Saí com o Brunetti, que tem um ritmo discretamente mais lento que o meu, pra compensar essa descompensação. Eram 3 voltas de 1,5km, em ritmos progressivos. A primeira volta saiu em lentos 8min30s. A segunda, a 8min00. E a terceira saiu a 7min15s. Ao mesmo tempo que sabia que daria para ir mais rápido em situação normal, também tava sem sobra nenhuma naquelas condições de falta de ar. Por isso, na segunda série, repeti, puxando o ritmo com o Brunetti. Os tempos foram praticamente iguais na segunda série.

Treino tranquilo, sem cansaço, sem desgaste. 9 km pra conta, de Mizuno Nirvana.

2 comentários:

Shigueo disse...

Eu tive bronquite asmática qdo era pequeno mas me curei, principalmente com natação...

O que faz esse seu remedinho milagroso?

Meu treino vai ser parecido esta semana. São 3 de 1600m a 7:21. No primeiro ciclo, não cheguei nem perto. Estou pensando seriamente em fazer progressivo que nem o seu pra não me frustrar tanto.

E aquela outra infecção, tá zerada?

Abs e boa semana,
Shigueo

Ricardo Nishizaki disse...

Broncodilatador leve, porque a asma é leve e costuma pegar somente em exercício (o tal do Broncoespasmo induzido por exercício). Chama-se Foradil (ou Fluir), é bem leve, não leva cortisona, não causa aumento de batimento, só libera as vias respiratórias.

Os meus treinos de tiro costumam funcionar por causa da experiência também. De tanto treinar naqueles trechos do Ibira, já marquei vários pontos onde vejo as parciais, fazendo projeção pro tempo final, nível de esforço, tudo na cabeça durante o tiro.