quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

A marca dos 06kms

Desde a ultra de campinas venho sofrendo com uma fascite plantar no pé esquerdo. Tava leve, sumiu depois da injeção de corticóide, mas depois que passou o efeito... hmmmm! No último treino do final do ano, fiz 13 km no Ibira e fiquei conversando um pouco com o Paulinho Elias. Na hora do treino, sem problemas, mas na hora de ir embora... hmmmm! Doeu! E aí fica nesse dói-passa-dói-passa. No primeiro treino do ano doeu de leve na hora de correr, mas depois... hmmmm!

Fisioterapia e contraste (gelo-calor) são os tratamentos básicos, junto com alongamento. Há momentos do dia em que dói pra cacete, muito por causa do sapato social. Quando ponho tênis ou chinelo, melhora. E hoje saí pra rodar no Ibira e fui bem, sem dor até o 06º km. A partir daí começou uma dorzinha, que foi crescendo, crescendo... hmmmm! Dava pra correr e o último quilômetro (de 10km em 56min, com um Structure velho) eu fiz com a Edith e o Isidoro, que eu encontrei por acaso. Mas doeu e assim ficou. Já deu pra perceber que quando começo, tudo fica ótimo, mas a partir de um certo momento (o 6º km?) começa a pegar.

Acho que não vai dar pra fazer pacing pro Oswaldo e pra Cinthia na BR-217. É a terceira vez que tenho fasciite (embora seja a primeira no pé esquerdo) e sei que não passa fácil. Tanto que ela apareceu em novembro e tá até hoje comigo, talvez na fase crítica. Vou ter que moderar corrida e insistir no tratamento...

4 comentários:

Anônimo disse...

Que pena Nishi!
se cuida ai, se vc tiver a fim de ir la so pra passear, via ter lugar no carro de apoio! E o projeto reveillon 2012 - fechado? Oswaldo

Ricardo Nishizaki disse...

Poutz, Oswaldinho, não me tente...

satrijoe disse...

Que mal hein. Até hj nunca tive, mas vendo o teu caso e o do Rodolfo Lucena, vejo que essa fasciite é um pé no saco mesmo.

Bom tratamento aí!

Ricardo Nishizaki disse...

Shigueo, eu diria que é um saco (de gelo) no pé...