segunda-feira, 16 de julho de 2012

Vai Corinthians!!!

Ninguém parou meu time. Ninguém. Ninguém era capaz de fazê-lo. E sempre que eu fraquejo, sempre que penso no difícil, no impossível, lembro do meu time. Um time que treinou muito. Que trabalhou. Que chegou no fundo do poço e saiu de lá, da forma mais espetacular possível. Que soube que nada se decide num único momento, mas que sabe que são os vários momentos únicos que forjam um campeão. 

Se eu penso em desistir, lembro que o Cássio não desistiu quando ficou sozinho cara-a-cara com o Diego Souza. Que o Julio Cesar não é de desistir e até já jogou com o dedo fora do lugar. Que o Alessandro chegou a ir pra reserva, mas foi o capitão que levantou a taça da Libertadores. Que o Edenílson não desistiu de tentar um lugar no time, e foi até de lateral. Que o Weldinho não esmoreceu quando perdeu a vaga de lateral para um volante improvisado. Que o Chicão chegou a abandonar a concentração, mas mesmo assim foi homem pra voltar. Que o Castán nunca desistiu de nenhuma bola. Que o Marquinhos não ficou com medo de jogar Libertadores com 17 anos. Que o Paulo André nunca desistiu da idéia de que é possível ser boleiro e ser culto. Que o Wallace não desistiu nem quando se estourou e foi jogar de centroavante com uma perna só. Que o Fábio Santos não teve medo de vir pra ser reserva do Roberto Carlos. Que o Ramon não desistiu de vir pra ser reserva do Fábio Santos, que em tese seria o reserva. Que o Ralf não desistiu quando foi pra área marcar o gol contra o Táchira. Que o Paulinho não desistiu quando fez o gol contra o Vasco nos acréscimos. Que o Cachito Ramires nao desistiu quando fez merda contra o Tolima no ano passado e se manteve no grupo. Que o William Arão não desistiu mesmo sabendo que dificilmente iria entrar em um jogo. Que o Danilo não desistiu quando falaram que ele era lento e não combinava com o Timão. Que o Alex não desistiu de vir para um clube mesmo já sendo um campeão consagrado. Que  o Douglas não desistiu de voltar para um clube de onde saiu no melhor momento do time. Que o Jorge Henrique não desiste de nenhuma bola, seja na defesa ou no ataque. Que o Emerson Sheik não esmoreceu quando teve que sair do Flu pela portas dos fundos. Que o Liédson não desistiu mesmo depois de fazer uma cirurgia no joelho e não conseguir mais correr direito. Que o William não desistiu de tentar brilhar mesmo sendo o mais novo dos atacantes. Que o Elton não desistiu quando veio pra ser reserva do reserva do Adriano.E o Romarinho, que no primeiro toque na bola, na primeira partida da Libertadores, uma final na casa do adversário, fez um gol de Romário? Esse nem pensou em ter medo.

Porque eu iria desistir de tentar correr depois do que o meu time fez?

Nenhum comentário: