domingo, 18 de julho de 2010

Não tá bom...

... mas não tá tão ruim. A temporada no trabalho tá punk, trabalhei em casa no sábado e domingo nas minhas "horas vagas", mas consegui sair no domingo para fazer o longão da semana. Tá tudo errado, a planilha indicava um longuinho de 12km levinho (sei lá por que) mas eu sinto que preciso de volume, volume que não tenho alcançado com os treinos de semana consumidos pelos circuitos.

Então acordei não tão cedo no domingão (07h00) e saí pro Ibira, pra rodar 18k em ritmo geriátrico, sem me importar mesmo com velocidade do longo. Tava vendo que nos longos anteriores acabava forçando para correr junto com os colegas e fazia o treino todo acima do L2. Hoje não. Sozinho, faria o treino controlando BPM custe o que custar, nem, que demorasse o dia todo.

Corri 100m e encontrei um colega de treino, o Jacó. Planejamento por água abaixo, já que conversa vai, conversa vem, tô rodando com ele a 5min20/km, ele possivelmente abaixo de 140 de bpm (apesar de fora de forma, é maratonista de 3h baixo), eu já batedeirando com mais de 165 bpm. Só que completada a primeira volta ele já ia voltar pra casa dele (ele é mais madrugador do que eu, costuma abrir o parque...) e eu resolvi voltar ao foco nos bpm. Pra correr abaixo de 155, tive que reduzir para 5min45/km. E mantive assim até o 12º km, quando resolvi que poderia subir um pouco mais o ritmo. 

Mais uma vez observei um fenômeno que ocorre comigo. A demora no aquecimento. Porque voltei a puxar a 5min20/km, mas mesmo já cansado, os bpm estavam abaixo do nível do começo do treino, em 160 de média. Os meus limiares e limites no começo da corrida são bem diferentes dos limiares depois de uns 06, 08km corridos. Nunca alcancei mais do que 170 em teste ergoespirométrico e já consegui 188 em um final de treino sprintando. Os limites dos meus BPM são muito mais plásticos depois que o corpo aquece do que quando ainda estou frio (o que é comum). O problema é o quanto eu demoro para aquecer.

 De qualquer modo, e puxando um pouquinho mais nos dois últimos km, fechei os 18km em 1h40m, com 5min33s de média, de Mizuno Nirvana. E sem nenhum tipo de esgotamento, só o cansaço normal de quem terminou um treino a mais. Hoje a manhã tava bem gostosa pra correr, friozinho sem ser muito gelado, e acho que o pessoal que encarou a Maratona do RJ deve ter se dado bem.

Nenhum comentário: