domingo, 13 de março de 2011

Abertura Corpore 2011 - 12k

Lá no blog Correria percebo que tem gente que se irrita quando eu cito a Corpore como boa organizadora de corrida, mas o que eu posso fazer, se em toda prova que eu faço deles eu dificilmente encontro uma falha? E quando encontro, é uma falha menor, ou subjetiva, nada que seja efetivamente sério. Hoje ela não é mais soberana nas provas de rua de SP como era algum tempo atrás, já que diversas outras organizadoras de corrida - algumas de qualidade ou nem tanto - surgiram e ganharam espaço. Mas o maior legado da Corpore para o mundo das corridas de rua foi ter estabelecido um padrão de qualidade. Muita gente reclama de outras provas porque se acostumou com o bom tratamento dado pela Corpore nas provas.

Veja só como foi a Abertura Corpore. Voltaram à distância consagrada de 12km, uma das poucas provas na USP (com os seus prós e contras), com patrocínio do WalMart. Entrega de kits no supermercado, que fica a 700m do metrô e em uma avenida conhecida de SP, num local com estacionamento. Ponto pra Corpore. Kit simples, com camiseta que aparenta ser boa, o jornalizho do Lozada e uns torrones. Largada marcada para as 08 da manhã, horário normal para uma prova curta. O problema da USP aos domingos é que, com a ciclofaixa aos domingos, o trânsito se estreita mais e perde alguns acessos. Vitória das bikes, derrota dos carros. Para mim, que já tô com o saco cheio de trânsito para ir a provas, ir de bike foi muitíssimo mais fácil. Mas para quem tava de carro, não foi bolinho não. De qualquer modo a Corpore informou isso no site e incentivou o uso de bikes, com um bicicletário no local e a possibilidade de utilização do serviçe de aluguel do Instituto Parada Vital. Mais um ponto pra Corpore.

O percurso teve algumas mudanças, com chegada e largada na Avenida da Raia, não havendo mais Arena no Zerinho, como antes ocorria. Quem tava de carro teve que estacionar um pouco longe. Eu, na minha bike, cheguei faltando 20minutos, sossegado, e parei pertinho da largada...

A prova, em si, é rápida, apenas com a subida do cavalo pra quebrar o ritmo, e alguns cotovelos. E como sempre, a Avenida Politècnica, ensolarada, um deserto. Apesar de hoje não ser um dia excessivamente quente, fez um certo calor pra gente. Mas ele era bem aliviado com os postos de água a cada 2,5km, e sempre com água geladinha. Coisa que só a Corpore faz... Também havia 2 postos de gatorade (contra um só na Meia de SP da Yescom ) e nesses postos, ora vejam,. havia gatorade para corredores mais lentos como eu. Na Meia da Yescom não tinha não... eu até acho que o sistema de distribuição em saquinho utilizado na Meia da Yescom é mais interessante do que os copinhos abertos da Abertura Corpore, mas mais interessante é ter Gatorade... mais ponto pra Corpore. 

Na dispersão, frutas decentes mas normais, medalha interessante (formato de coração, nome do patrocinador, distâncias e data), mas que podia ser diferenciada pro corredor de 5 e de 12km, uma garrafa de gatorade e nenhum tumulto.

Apesar de meio cansado do longão de ontem, corri razoavelmente bem, fechando em 1h02min20seg. (5min11s/km) Se eu não me engano, meu segundo melhor tempo na distância nessa prova. Aliás, cheguei em casa, liguei o computador, entrei no site da Corpore e o resultado tava lá... Mais um ponto pra Corpore. Os resultados não são oficiais porque há uma distorção causada por corredores sem-noção que se inscreveram pros 12k e fizeram só 05km. Nada que não possa ser corrigido com calma, inclusive porque a chegada foi filmada. 

Enfim, uma boa estréia em provas no ano, já que a Meia eu fiz na pipoca, como "observador". E aí fica a questão: o preço mais alto que se paga nas provas da Corpore (e que não é tão alto como outras provas, como o Circuito das Estações ou a Track and Field) vale a pena? Bom, a maior parte das provas da Corpore não são meu alvo nas corridas, já que são curtas, mas eu acredito que sim. O corredor parece ser respeitado e bem tratado como tal, e não desprezado ou visto como um comprador qualquer de um produto "em promoção".

Um comentário:

Yeda disse...

Nishi, Estou com você acho a organização da Corpore simplesmente demais. Eu reclamei com eles na prova da Samsung pois eu era elite e eles me deram pulseira para sair lá trás, daí na prova da Oral B meu numero de Elite veio. Palmas para a Corpore que tratam corredores como corredores.