terça-feira, 1 de março de 2011

Quase abri mão

São Paulo, dia nublado, até meio frio para fevereiro, chove-para-chove-para, e eu "de a pé", já que o carro tá na funilaria. Na hora em que saí para o treino a vontade de ir até o parque, de ônibus, era praticamente nula. Fui porque sabia que se fosse pra casa e inventasse de treinar na esteira ou nas ruas do bairro... não iria treinar de jeito nenhum. Cheguei no parque com a chuva caindo e eu xingando São Pedro. Gosto de treinar na chuva, mas não gosto de tomar chuva com roupa social...

Fui pro treino meio amarrado, emburrado. E então, começando a correr, senti que tava fácil hoje. Se tivesse desistido, teria aberto mão do meu melhor treino no ano. Corri solto, leve, e num treino pesado. Por causa da chuva, optaram por abrir mão do circuito e puxar um fartlek mais forte. 10 minutos rodando antes e depois da série principal, que eram 10 séries de variação de velocidade: 1 minuto e meio rodando em um ritmo que não deveria ser leve, 1 minuto rodando forte e mais 30 segundos na porrada, velocidade mesmo. A série teve 3 minutos portanto. E a gente repetiu isso 10 vezes. Foi punk. Corri muito forte nos 30 segundos de aceleração plena e o minuto e meio de rodagem em ritmo normal não era suficiente para descansar, até porque a rodagem não era leve. A turma foi se desfazendo, desfazendo... na terceira série já éramos só Cassiano, eu, Ronaldo e Geraldo. O pessoal foi ficando, ficando e na sétima série, só tinha eu e o Ronaldo. E no nono, restei eu. No décimo e último, ainda fizemos juntos a série, porque o Cassiano e o Ronaldo deram uma cortadinha numa curva fechada, e rodamos os 10 minutos finais juntos (que na verdade acabaram sendo 8...). Foram 48 minutos e uns 10km. Vale lembrar que o meu recorde pessoal em prova de 10k é 48 minutos! Por isso o treino foi forte!!

Vamos ver como vou estar amanhã, mas agora é só endorfina e sensação de dever cumprido, ainda que molhado. Mais molhado ainda ficou meu Nike Structure Triax velho...

3 comentários:

Corridas e Maratonas disse...

Belissimo treino, só na raça!! show!!

abraços! pri

Sergio disse...

Nishi,
os melhores treinos ocorrem quando não esperamos. Aconteceu comigo há umas duas semanas também. Que bom que está indo tudo bem com os treinos para você!
abraço,
Sergio
corredorfeliz.blogspot.com

Ricardo Nishizaki disse...

Foi bom mesmo. Funciona mais ou menos assim comigo: semana boa, semana ruim...